Texto “1º Lugar na Vacinação contra Covid-19 no Rio Grande do Sul”, Por Mariela de Lemos Rosa

Há aproximadamente 1 ano e 7 meses vivemos algo nunca imaginado antes. A pandemia do Coronavírus foi tomando proporções inacreditáveis, afetando à todos, sem distinção, trazendo medo, sofrimento, perdas afetivas, emocionais, econômicas, sociais e, a pior de todas, perdas de pessoas queridas, familiares, amigos e conhecidos.

A chegada da vacina contra esse poderoso e devastador vírus, reacendeu em todos a esperança de lutar contra esse inimigo invisível que nos assola até hoje. A ciência foi e continua sendo desafiada, dia após dia, com novas descobertas, pesquisas e, também, com a chegada inesperada de novas variantes.

Então, em janeiro de 2021, até antes do que imaginávamos, chega ao Brasil a tão desejada vacina, sendo imediatamente distribuída por este imenso país.

No dia 20 de janeiro de 2021, Júlio de Castilhos recebeu a primeira remessa da vacina, dia histórico e inesquecível para nós, que, mesmo de forma lenta e gradual, começamos a aplicar as doses recebidas. Iniciando pelos grupos de maior risco na época, os mais idosos e profissionais da saúde, e recebendo quantidades pequenas para a população. Foi difícil administrar essa tarefa, o desejo de todos, e o nosso também, era de aplicarmos o quanto antes a vacina, e isso gerou muita angústia por termos que seguir as determinações vindas do Estado e seguirmos à risca todas as resoluções.

Com o passar dos meses, as remessas foram mais frequentes e com isso, aos poucos, fomos contemplando outros grupos, avançando e ampliando as faixas etárias decrescentes.

Cada notícia de doses chegadas aqui no Estado eram recebidas com alegria e entusiasmo por nós, que mesmo cansados da jornada diária, nos organizávamos e fazíamos em horários estendidos ou aos sábados, para facilitar o acesso da população.

Embora com as informações, sem muita antecedência, de quantitativo e os grupos e idades a atingir, fomos planejando as campanhas juntos e sempre com a maior disposição e boa vontade de todos os envolvidos.

As campanhas de vacinação foram feitas, e continuam sendo, das mais diversas formas. Já realizadas nas Unidades Básicas de Saúde, ESFs e Policlínica, com agendamento ou por ordem de chegada, drive-thru na Rua Coberta, em frente a Policlínica, a domicílio e nos Ginásios de Esportes.

Quando soubemos da Premiação lançada pelo Governo do Estado “Te Vacina RS” como forma de incentivo aos municípios, para aqueles que atingissem o maior percentual de vacinados, sabíamos que tínhamos potencial para atingir boas colocações no ranking. Isso porque, além de contarmos com excelentes profissionais, sabíamos que poderíamos contar com a população de Júlio de Castilhos, que desde o início, acreditou na vacina e buscou, de forma admirável, fazer não somente a sua 1ª dose, como também fazer a 2ª dose na data agendada. Esse fator certamente contribuiu muito para o sucesso das nossas campanhas. Saliento aqui também, que não somente a aplicação das vacinas fazem parte do processo, é fundamental que sejam informadas em um Sistema de Dados, sendo digitadas de forma correta para serem exportadas para assim fazerem parte das estatísticas a nível nacional.

E, em um dia 20 também, assim como aquele da chegada da vacina em Júlio de Castilhos, só que passados 7 meses, no dia do resultado da 2ª etapa da Premiação, no dia 20/08/21, esperávamos ansiosos o resultado da Premiação.

E, entre 123 municípios, na categoria de 10.000 à 50.000 habitantes, Júlio de Castilhos obteve o 1º lugar, e receberá como prêmio, o valor de R$ 75.000,00 do Governo do Estado.

Este foi, sem dúvida, o maior e melhor reconhecimento que Júlio de Castilhos poderia receber.

Essa notícia foi recebida como um presente pelos servidores da Secretaria Municipal de Saúde pelo seu esforço e dedicação.

Cada um tem a sua participação e envolvimento, direta ou indiretamente, no processo de vacinação, mas em especial, destaco aqui:

– A coordenação do Setor de Imunizações do município, pela Enfermeira Lucélia Pesamosca;

– A todos que compõem as equipes das Unidades de Saúde, com seus enfermeiros e técnicos de enfermagem que aplicam as vacinas, e destaco aqui, com o maior e melhor aproveitamento possível de rendimento, aos agentes comunitários de saúde que fazem a busca ativa dos pacientes e levam a informação, aos serventes, que sem um ambiente higienizado nada seria possível, aos estagiários que colaboram muito em suas funções e aos demais que compõe a equipe, sendo todos importantes e fundamentais;

– O Setor de Transportes e todos seus motoristas, que fazem a importante missão de buscar as doses recebidas com todo o cuidado e prontidão;

– O Setor Administrativo e a equipe assessora da Gestão que, sempre com diálogo e troca de ideias, fazemos juntos o planejamento das ações;

– O pessoal de Apoio, sempre presente nas campanhas de vacinação, com a maior boa vontade, fazendo e distribuindo as fichas, organizando as filas, preenchendo as planilhas, levando e buscando material;

– A Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal, fundamental para o êxito das campanhas e divulgação de informações das mesmas para a população;

– Os demais meios de comunicação, imprensa escrita, falada e virtual, que estão sempre auxiliando nas divulgações;

– O DEMUDES, que mesmo com jogos agendados, sempre atendeu as nossas solicitações para o dia que precisamos, cedendo o espaço em seus ginásios e, ainda, ajudando no processo da organização;

– O Executivo Municipal, sempre incentivando às ações de Saúde e transmitindo segurança pela confiança depositada na competência dos servidores e pelo apoio em todas as ações, por ser um Governo aberto ao diálogo e de união;

– A população de Júlio de Castilhos, que prontamente se dispõe e procura fazer a sua vacina, compreendendo a importância da imunização, tendo paciência pela espera da sua vez;

– A todos que, de uma forma ou de outra, colaboraram para chegarmos a esse patamar, já mostrando resultados positivos nos indicadores, com queda significativa nos casos ativos, monitorados, internados e óbitos.

Muita dor e preocupação já passamos desde o início da pandemia. Não temos ainda a certeza do que nos espera. Ainda temos muito pela frente, mas nos agarramos à esperança de que estamos vencendo.

Vamos continuar nessa luta, com mais vacinas, mais campanhas e tudo o que for possível para enfrentar esse grande desafio.

Obrigada Júlio de Castilhos. Esse prêmio é de todos. Nossa cidade merece esse reconhecimento.

Texto: Mariela de Lemos Rosa, Secretária Municipal de Saúde de Júlio de Castilhos/RS.

Equipe da Secretaria Municipal de Saúde em dia de Vacinação

Read More